Receba a nossa NewsLetter!
Concordo com  Política de privacidade e  Termos de uso 

Como vender roupas online? Confira dicas!

07/12/2020

vender roupas online2

Você é uma das pessoas interessadas em saber como vender roupas online? Mesmo em um ano tão atípico como 2020, em meio a uma pandemia, o setor de Moda e Acessórios é um dos que mais expande no e-commerce brasileiro. Para se ter uma ideia, de fevereiro a outubro as vendas desse segmento cresceram 48%, de acordo com relatório divulgado pela Conversion. De outubro/2019 a outubro/2020, a categoria teve mais de 1 bilhão de acessos, registrando aumento de 20,63%.

Se esses números te deixaram ainda mais animado para vender roupas online, leia o conteúdo a seguir e saiba como explorar as oportunidades de negócios nesse promissor segmento do e-commerce!

Vender roupas online: por onde começar?

Quando você compra roupas, calçados e acessórios no varejo físico geralmente vai a uma loja, shopping center ou brechó, certo? No e-commerce não é diferente: existem diversas plataformas para você abrir sua própria loja virtual ou integrar o time de parceiros de um marketplace.

Na primeira opção, você terá seu espaço específico para vender roupas online, podendo personalizar cada detalhe – desde o layout até a escolha de sistemas e domínio. Mas saiba que vender roupas online com loja virtual própria exige um investimento inicial mais alto, afinal, as despesas com hospedagem, implementação, marketing e demais serviços ficarão todas com você.

Por isso, em muitos casos os marketplaces são melhor porta de entrada para começar a vender roupas online. Eles são os shopping centers da internet, reunindo varejistas de diversos segmentos, portes e localidades. Importante saber que a grande maioria deles cobra porcentagens sobre suas vendas (cobradas somente sobre transações finalizadas), então leve isso em consideração ao precificar as mercadorias.

Além disso, existem algumas limitações em relação à personalização da sua página, mas, ainda assim, a grande vantagem é não ter custo de adesão, ou seja, você embarca no marketing e na credibilidade da plataforma e só paga as comissões pelo que vender. Outro benefício é em relação às opções de frete, pois os maiores marketplaces contam com parceiras para oferecer condições de logística diferenciadas aos sellers – como por exemplo o Mercado Envios, do Mercado Livre. Para saber mais sobre como funcionam esses canais, leia nosso conteúdo “o que é marketplace”.

Onde vender roupas online?

Seguindo a hipótese de escolher marketplaces para vender roupas online, reunimos algumas informações e sugestões para você iniciar sua trajetória no e-commerce. Antes de saber onde vender, veja o quão importante é escolher um nicho e entender as regras de cada canal.

1. ESCOLHA SEU NICHO

Roupas de banho, calças jeans, meias ou jaquetas de couro: qual seu principal nicho de mercado? Leve isso em consideração antes de escolher os marketplaces onde irá vender roupas online. Se o seu portfólio é bastante amplo, experimente vender categorias diferentes em marketplaces diferentes. Por exemplo: lenços no Elo7, roupas íntimas no Mercado Livre e camisas de seda nas Americanas.com. Esse é um truque para aproveitar os públicos mais qualificados de cada e-commerce a seu favor.

OLX, Enjoei, Mercado Livre e Facebook Marketplace reúnem muitas ofertas de roupas usadas sem exigir CNPJ do vendedor. Se é o seu nicho, esses podem ser canais bastante promissores para vender roupas online.

Já Netshoes, Dafiti, Submarino.com, Americanas.com, Centauro, Wish e outros exigem cadastro com CNPJ e são adequados para vender roupas novas. Na dúvida sobre qual escolher? Pesquise os itens mais vendidos em cada marketplace e estude as possibilidades a favor das estratégias adequadas ao seu nicho.

2. CONSULTE AS REGRAS E CONDIÇÕES

Cada marketplace tem suas próprias regras e condições de adesão. Conheça TODAS elas antes de firmar compromisso. Seja em relação à privacidade, seja em relação ao prazo de envio dos produtos, trabalhe para estar alinhado ao regulamento dos marketplaces.

tabela de produtos mais vendidos em 2020

Principais marketplaces para vender roupas online

NETSHOES E ZATTINI

Ambos são do Grupo Netshoes (comprado pela Magazine Luiza em 2019) e movimentam o e-commerce brasileiro com a venda de roupas, acessórios e calçados. Enquanto a Netshoes tem uma pegada mais esportiva, a Zattini é mais casual.

DAFITI, KANUI E TRICAE

Esses três marketplaces pertencem ao Global Fashion Group (GFG). A Dafiti é mais ampla, aceitando itens de moda em diversos estilos. A Kanui atende ao nicho de produtos esportivos e praticantes de esportes radicais, já a Tricae é focada em roupas e acessórios infantis.

SUBMARINO.COM E AMERICANAS.COM

Grandes marcas do B2W Marketplace, Submarino.com e Americanas.com são nomes conhecidos entre os consumidores do e-commerce, já que abraçam diversas categorias de produtos – inclusive moda.

MERCADO LIVRE

Líder de e-commerce na América Latina, o Mercado Livre conta com muitos varejistas que buscam flexibilidade para vender roupas online. Parcerias de logística para fretes mais baratos, anúncios dentro da plataforma, centro de armazenagem próprio e recompensas pela boa reputação são alguns dos diferenciais oferecidos pelo marketplace.

WISH

Conquistando cada vez mais mercado, a norte-americana Wish Marketplace foca na boa experiência de compras via mobile e ofertas atraentes. Moda, calçados, acessórios e bolsas/carteiras estão entre as categorias que mais vendem diariamente.

Dicas de como vender roupas online

Por mais que existam ferramentas como tabela de medidas, provador virtual e até mesmo realidade aumentada, quem procura roupas na internet não consegue experimentar as peças

Com alguns cuidados, é possível enfrentar esse porém. Confira algumas dicas para deixar o cliente bem informado, vender mais e reduzir a probabilidade de troca/devolução.

1. INFORMAÇÕES PRECISAS

Forneça o máximo possível de detalhes sobre as roupas que irá vender online. Tabela de medidas, modelagem e materiais das peças (preferencialmente destacar a porcentagem dos tecidos) são informações essenciais e que precisam estar bem visíveis.

Uma dica interessante e que pode ser um diferencial para vender roupas online é disponibilizar um breve FAQ com as dúvidas mais frequentes em relação àquele item. Por exemplo: o tecido encolhe? Pode secar ao sol? Já vem pré-encolhido? Ter essas respostas agiliza o processo de compra, pois muitas vezes o usuário deixa suas perguntas nos comentários e, até que tenha um retorno, pode ter fechado negócio com a sua concorrência.

2. FOTOS DE QUALIDADE PARA VENDER ROUPAS ONLINE

Para alguns sellers, fotos de qualidade são aquelas em boa resolução. Para outros, são as com fundo branco. Há, ainda, os que só utilizam imagens ambientadas/com modelo. Na verdade, fotos de qualidade são aquelas que valorizam o produto e mostram como ele realmente é.

Portanto, para vender roupas online invista em imagens com boa resolução e alternadas entre fundo branco (foco na peça) e com modelo (para simular como elas vestem pessoas com determinadas proporções – sempre informe na descrição as medidas da pessoa que está na foto). Se conseguir, adicione também alguns vídeos, mesmo que curtos, para mostrar o caimento da roupa e sugestão de look.

3. FORMAS DE PAGAMENTO

Cartões de crédito com anuidade zero são cada vez mais comuns, logo, cada vez mais pessoas têm acesso a esse método de pagamento. Boleto bancário e pagamento digital também têm seu espaço. Nesse sentido, quando você vender roupas online, ofereça diversas formas de pagamento – preferencialmente sem cobrar juros nas compras parceladas.

4. INTERAJA

Esteja sempre atento às dúvidas, sugestões e reclamações dos usuários, especialmente as que chegam por comentários nos anúncios de produtos ou na sua página de varejista. Isso porque os feedbacks podem ser determinantes para a decisão de compra dos futuros clientes.

Coloque-se no lugar de consumidor: você compraria uma camisa sabendo que várias pessoas avaliaram negativamente a peça ou o atendimento do lojista? No mínimo ficaria com um pé atrás, não é mesmo? 😉

5. PARA VENDER ROUPAS ONLINE, SEJA ESTRATÉGICO

Falar de estratégias para vender roupas online é bastante amplo, pois cada seller cria seus próprios meios de atingir o sucesso, então o recado é: estude! Observe a concorrência e os clientes (fiéis e aqueles que não voltaram), pesquise interesses dos usuários de redes sociais, negocie com fornecedores, contrate sistemas eficiente e ofereça diferenciais para se destacar no mercado.

6. LOGÍSTICA REVERSA

Mesmo que você tenha caprichado nas fotos e na descrição do anúncio, é possível que o cliente não fique satisfeito com a compra e queira trocar ou devolver a mercadoria. Por ser um direito previsto em lei, o varejista que vende roupas online precisa estar preparado com uma boa logística reversa que fará coleta, transporte até o centro de distribuição, análise e novo envio para o endereço do comprador.

Gostou desse conteúdo sobre como vender roupas online? Nossas dicas são para auxiliar quem deseja ingressar nesse segmento, mas ainda não sabia por onde começar. Portanto, vamos recapitular:

  • Está começando? Prefira vender roupas em marketplaces.
  • Escolha seu nicho.
  • Diversifique os canais de vendas.
  • Confira os termos, condições e comissões de cada canal.
  • Crie anúncios atraentes.
  • Interaja com os usuários.
  • Mantenha-se atualizado sobre tendências do mercado e preferências dos consumidores.

Escrito por Augusto Vasconcelos

07/12/2020

Receba a nossa NewsLetter!
Concordo com  Política de privacidade e  Termos de uso 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escrito por Augusto Vasconcelos

07/12/2020

Posts recentes