Como criar kit de produtos te ajuda a vender mais no seu E-commerce

08/07/2021

kit de produtos

Criar kit de produtos no seu e-commerce ou nos marketplaces é uma ótima estratégia para aumentar seu faturamento e acelerar o giro de estoque. Porém, engana-se quem pensa que basta juntar alguns produtos e anunciar! É necessário se atentar a algumas táticas para criar kits de produtos mais estratégicos e vender mais. 

Um kit de produtos pode ser formado por itens diferentes que sejam complementares no uso, como um kit de cosméticos da mesma linha ou um kit de eletrodomésticos, ou pode ser um kit formado por produtos do mesmo tipo que normalmente são comprados em maior quantidade, como um kit de meias, capinhas de celular ou fraldas, por exemplo.

kit de produtos
Exemplo de kits. Reprodução: anúncios da Amazon Marketplace.

Todos os kits costumam receber um desconto para tornar a venda mais atrativa e vantajosa, pois para o cliente será mais econômico adquirir o kit do que comprar os itens separadamente. Mas para que a ação também seja vantajosa para o vendedor, é necessário seguir algumas destas dicas a seguir, entendendo o porquê criar kit de produtos e quais critérios adotar na hora de montar os anúncios.

Por que criar kit de produtos auxilia a aumentar as vendas?

A estratégia de montar kit de produtos tem como objetivo aumentar o ticket médio das vendas, ou seja, elevar o valor das compras. Além disso, auxilia a atrair mais clientes e fidelizá-los, tornar a saída de produtos mais rápida, incentivar a compra de itens encalhados no estoque e aproveitar datas comemorativas para vender presentes.

Kit de produtos aumentam o ticket médio das vendas

Para calcular o ticket médio é preciso somar todas as vendas de determinado período e dividir pelo número de compras, ou seja, o ticket médio é a média do valor que os clientes costumam comprar na sua loja.

Por exemplo, para descobrir o ticket médio de julho que Maria obteve vendendo no Mercado Livre, ela somou o valor de todas as suas vendas na plataforma no último mês, que resultou em R$78.865, e dividiu pela quantidade de compras que foi de 512. Então o cálculo ficou assim: 78.865 / 512 = 154,03. Portanto, o ticket médio das vendas de Maria no último mês foi de R$154,03.

Ao oferecer kit de produtos ao invés de somente itens individuais, você incentiva que os usuários adquiram mais itens por compra. Dessa forma, aumenta o ticket médio e, consequentemente, faz o faturamento crescer sem necessariamente receber mais clientes. 

O “pulo do gato” ao criar kits para a sua operação é sempre levar em conta o preço de custo total e o lucro que você poderá adquirir no kit.

Por exemplo, um fast food vende o sanduíche em um kit com batata e coca, certo? O preço de custo de uma coca é baixíssimo, já que é basicamente água e xarope, assim como a batata que também é um bem barata de produzir.

O combo com os 3 itens sai por R$ 19,90, mas individualmente o sanduíche custa R$ 12, a batata R$ 8 e o refrigerante R$ 9, somando R$ 29.

A princípio não parece fazer sentido, certo? Mas, o objetivo do fast food não é vender batata e refri, é aumentar o ticket médio do lanche! E com o combo, o ticket médio aumenta de R$ 12 para R$ 19. 

Giro do estoque e saída de produtos encalhados

Como criar kit provoca maior volume de vendas, a ação ajuda acelerar a saída de produtos do seu estoque. Além disso, uma tática é inserir itens que estão parados há muito tempo no estoque em kits com produtos que sejam mais atrativos, incentivando assim a compra dos produtos encalhados. 

Aproveitar datas comemorativas

Os kits de produtos também podem ser opções para presentes. Dessa forma, sua loja aproveita datas comemorativas para vender mais, como Dia dos Namorados, Dia dos Pais, Natal, aniversários, entre outras ocasiões que fazem sentido para o segmento do seu negócio.

Estimula a fidelização de clientes

Ao vender kits, principalmente kit de produtos do mesmo tipo em que há maior recorrência da compra por consumidor, há grandes chances de você conseguir fidelizar mais clientes.

Por exemplo, alguém que utiliza sempre o mesmo desodorante compra um kit com você. Quando ele precisar adquirir esses itens mais uma vez, sabe que consegue uma condição melhor na sua loja e tem mais chances de comprar novamente com você.

Criar promoções sem necessariamente oferecer descontos altos

Nem sempre é viável para todos os vendedores praticar descontos agressivos e competitivos, não é mesmo?! Por isso, criar kit de produtos é uma ótima solução para fazer campanhas promocionais sem precisar dar descontos altos em itens isolados. Dessa forma, você foca em descontos que beneficiam o cliente na compra com uma maior quantidade de produtos – o que ao mesmo tempo é vantajoso para o seller que recebe vendas maiores. Também é possível utilizar produtos com um custo muito baixo e adicioná-los ao kit, aumentando a percepção de valor para o comprador sem diminuir seu lucro. Por exemplo, vender um perfume caro em um kit com um creme hidratante

Como criar kit de produtos?

Você avaliou os benefícios que vender kits pode trazer para a sua loja e decidiu aderir a essa estratégia! Então agora é o momento de entender quais critérios você pode utilizar para criar kits de produtos atrativos e que realmente vendem.

Analise os produtos complementares

Uma das principais estratégias para montar kits é analisar os produtos que são complementares, ou seja, que são relacionados ou podem ser usados em sequência.

Estes são alguns exemplos:

  • Pessoas que estão iniciando na Yoga costumam comprar tapete, cinto e bloco para praticar. Então algumas lojas de artigos esportivos possuem um kit iniciante com tapete + cinto + bloco. 
  • Livros do mesmo autor ou com temas semelhantes que o mesmo perfil de consumidor compraria ambos.
  • Kit de itens de higiene ou cosméticos para o mesmo tipo de pele ou cabelo.
produto composto no ecommerce
Exemplo de kits nos marketplaces. Reprodução: Magalu, Americanas e Amazon.

Venda kit de produtos que possuem recorrência na compra

Estude o histórico de vendas e seu público-alvo para descobrir quais itens os clientes costumam comprar em maior quantidade.

Por exemplo, os consumidores costumam comprar mais de uma unidade de taça de vinho, par de meias, creme dental, potes, entre muitos outros tipos de produtos. Por isso, você pode estudar a possibilidade de vender kits com maior quantidade desses itens. 

exemplo de kits no marketplace
Exemplo kit com mais itens do mesmo produto. Reprodução: Submarino.

Nessa modalidade de kit é importante se atentar às quantidades dos itens para que o vendedor não saia em desvantagem. Por exemplo, se o padrão de consumo dos clientes é adquirir quatro pares de meias separadamente, crie um kit com cinco ou mais pares. Assim você incentiva o consumidor a levar mais itens que ele não compraria normalmente. 

Caso você faça um kit com a quantidade exata de produtos que o público costuma comprar, você apenas estará dando um desconto para uma venda que já aconteceria sem kit ou promoção.

Monte um kit com seu produto mais vendido e seus complementares

O produto mais desejado e vendido da sua loja pode ser usado para atrair os olhares dos consumidores para outros itens. Portanto, confira o produto mais amado e vendido na sua loja e pense nos kits que pode montar com ele! Analise o que os clientes que compraram aquele produto principal também gostariam de ter.

Estude seus produtos e ofereça novas formas de consumo ao montar kits

Para criar kits que vendem é importante analisar o padrão de consumo dos seus clientes e o que eles costumam comprar e usar. Porém, além de usar essa tática, você pode estudar mais sobre seus produtos e montar kits com novas propostas de uso.

Por exemplo, um vendedor de cosméticos para cabelo pode fazer um kit com shampoo, condicionador, máscara de tratamento e algumas vitaminas capilares. Os consumidores não costumam comprar essas vitaminas para aplicar no cabelo, mas é um item que eles ainda não sabem que precisam, então você pode propor esse uso adicionando esses produtos em um kit convencional.

Ofereça descontos reais e vantajosos 

Para incentivar a compra de mais produtos juntos é importante que o desconto do kit seja real, mesmo que não seja muito alto. Pois o perfil do consumidor atual, como o consumidor 5.0, é de um usuário que pesquisa antes de comprar. Portanto, os clientes provavelmente irão checar se o valor do kit está valendo a pena comparado ao preço dos produtos individuais. Então, faça kits com descontos reais, combinado?!

Venda os itens do kit separadamente

É importante que os produtos que compõem os kits tenham a opção de serem comprados individualmente. Caso contrário, seu anúncio pode ser considerado como um tipo de venda casada, que é uma prática abusiva e ilegal em que a compra e uso de um produto ou serviço está condicionada a outra, sem dar ao consumidor a opção de obtê-lo ou não. Além disso, sem disponibilizar os produtos individualmente você pode perder clientes que realmente querem adquirir apenas um item.

Liste as ocasiões especiais do seu público-alvo e dê opções de presentes como kit de produtos

Pesquise as ocasiões especiais e datas comemorativas que são importantes para o seu público-alvo, então tente montar kits como opção de presentes para aproveitar essas oportunidades. Se possível, acrescente embalagem de presentes ou venda kits por tempo limitado para adicionar tempo de urgência na promoção, como presentes de Natal ou kits especiais da Black Friday, por exemplo.

Faça testes

Estudar seus produtos, o mercado, as datas especiais, o histórico de compras e a forma de consumo dos clientes são etapas importantes para criar kits assertivos. Porém, mesmo depois de anunciar seus kits, fique atento aos acessos e compras, para entender o que está dando certo.

Confira os kits mais vendidos e os menos acessados para adaptar e criar novas opções. Afinal, o ambiente online é ótimo para fazer testes e adequar as suas estratégias ao longo do tempo para vender mais!

Como anunciar kits nos marketplaces com o Ideris?

No hub de integração do Ideris é simples cadastrar kit de produtos nos marketplaces sem perder o controle do seu estoque. 

Antes de criar um kit ou, como chamamos, “produto composto”, é preciso que os produtos que compõem o kit estejam cadastrados separadamente como produto simples. Dessa maneira, você consegue vender kits dando baixa normalmente nos produtos individuais do estoque. Basta entrar na página inicial do Ideris, acessar o menu e clicar em “Produtos > Pesquisa”, então buscar o produto que deseja criar a composição.

tutorial de criar kit do Ideris
  1. No produto clique em “Opções > Editar produto“.
  2. Clique na aba “Composto“.
  3. Utilize a opção “Adicionar produto“.
  4. Busque pelo o Título ou SKU do Produto Simples que deseja vincular e clique em “Ok“.
  5. Informe a quantidade que o Produto Composto (kit) irá descontar do Produto Simples no campo “Qtde“. Por exemplo, se o Produto Simples é um fone de ouvido, e o kit é composto por duas unidades desse fone de ouvido, acrescente “dois” na quantidade.
  6. Toda alteração de estoque pode ser feita somente nos Produtos Simples.
  7. Salve o produto e pronto, a partir deste momento o Produto Composto (kit) está vinculado aos simples.

Como adicionar um kit na Nota Fiscal?

Na Nota Fiscal e na gestão do seu estoque, indicamos que os produtos apareçam como itens individuais. A não ser que você tenha adquirido o kit pronto direto com o fornecedor e tenha cadastrado o kit como um produto individual no sistema.

O Ideris realiza a gestão de todos os seus kits (produtos compostos), porém no momento da emissão da nota fiscal, o SKU do kit (produto composto) é enviado para seu emissor / ERP. Se você deseja enviar separadamente a quantidade de cada item da composição do kit (produto composto) é necessário que você realize uma configuração: vá até Configurações > Notas fiscais e marque a opção: “Desagrupar itens de pedidos de produto composto“.

Pronto! Agora você já sabe criar kits para alavancar as suas vendas e fazer seu estoque girar.

Ficou com alguma dúvida? Nos envie sua pergunta nos comentários, queremos te ajudar. 

Escrito por Keila Boganika

08/07/2021

Conheça o Podcast do Conexão E-commerce!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escrito por Keila Boganika

Posts recentes

Dicas para vender mais roupas na internet

Dicas para vender mais roupas na internet

Se você chegou até aqui é porque já está vendendo roupas online - ou pelo menos está iniciando (e este texto também é para você). Os lojistas de roupas são um dos principais atores do e-commerce brasileiro, alavancando o setor de Moda e Acessórios. Se está crescendo e...