Fornecedores: como encontrar os melhores

18/05/2021

Como encontrar bons fornecedores para e-commerce?

Procurar e achar bons fornecedores é uma das principais etapas para quem empreende. Afinal, essa decisão vai impactar nos prazos, na qualidade e preço dos produtos e no gerenciamento do seu estoque. Por isso, separamos oito dicas para você encontrar bons fornecedores!

  1. Quais são as características de um bom fornecedor?
  2. Além de procurar fornecedores, saiba antes o que você precisa
  3. Não subestime a pesquisa nas redes sociais
  4. Olhe ao seu redor para achar fornecedores locais
  5. Pratique o networking! Conexão gera oportunidade
  6. Compareça a feiras fechadas e eventos
  7. Estude! Boa informação vale dinheiro
  8. Fechou negócio? Agora é hora de ampliar a rede de fornecimento

As 8 dicas para encontrar os melhores fornecedores

Antes de fazer boas vendas é preciso comprar bem. No entanto, o que significa na prática um “bom fornecedor” ou “comprar bem”? São definições muito subjetivas, não é verdade? Dependem do que você tem como referencial. Por isso, entre as oito dicas sobre como ter os melhores fornecedores, abordamos também esses significados.

1. Quais são as características de um bom fornecedor?

Além de atributos pessoais e profissionais, como ser confiável, responsável com os prazos e acessível, o fornecedor também precisa ser capaz de cumprir com o acordado (capacidade de reposição de estoque), competitivo (com preços que condizem com a qualidade do produto e o mercado) e formalizado (com CNPJ ativo, endereço físico, emissão de nota fiscal e garantia).

Uma dica relacionada a “comprar bem” está nas fotos dos produtos. Vamos supor que você encontrou um fornecedor bem avaliado e com capacidade para atendê-lo. O próximo passo é conhecer o produto. Portanto, priorize fotografias reais. É comum na internet o uso de fotos genéricas para expor a mercadoria. As imagens feitas pelo próprio fornecedor serão sempre mais fiéis ao que foi descrito.

Essas e outras características, se atendidas a partir da sua avaliação, servem como parâmetros para guiar você sobre a segurança da operação na hora de dar start a um relacionamento profissional e, quem sabe, duradouro. 

2. Além de procurar fornecedores, saiba antes o que você precisa

O que é fundamental para o seu negócio? Inicialmente prefere preços mais competitivos a qualidade? A capacidade de repor rapidamente o seu estoque é uma necessidade latente pelo número de vendas? Conhecer a si mesmo, como diz a filosofia de Sócrates, é a principal sabedoria. 

Conhecendo as próprias necessidades, você terá mais capacidade para identificar quais fornecedores podem melhor lhe atender e poderá ser importante até para as negociações que virão em seguida. Não subestime a importância de compreender quais são as demandas do seu negócio e dos seus clientes. Quem sabe o que quer não aceita qualquer coisa.

Ter bons fornecedores para manter o estoque em dia

3. Não subestime a pesquisa nas redes sociais

Muitos fornecedores estão investindo na internet e, geralmente, as buscas focam majoritariamente nos motores de busca, como o Google. Porém, é possível conseguir fornecedores nas redes sociais, inclusive no Instagram.

Se você trabalha com Moda, por exemplo, uma dica é pesquisar por influenciadores digitais (inclusive da sua região) que abordam o tema. Nesses canais é comum a indicação de marcas e fornecedores de roupas. Isso vale para muitos outros nichos e redes sociais. Não esqueça: o mundo é um grande mercado.

4. Olhe ao seu redor para encontrar fornecedores locais

Às vezes estamos tão focados em fazer pesquisas na internet que esquecemos que negócios são feitos todos os dias ao nosso redor. Abrir os olhos para o que acontece na sua cidade ou na própria região pode resultar no seu melhor fornecedor. 

Você já deve ter ouvido o relato de pessoas que buscavam um determinado insumo, produto ou serviço, muitas vezes o transportando por milhares de quilômetros (afetando inclusive o preço final), para depois descobrir que havia um fornecedor a poucas quadras de casa. Acontece. Não perca de vista as oportunidades locais.

5. Pratique o networking! Conexão gera oportunidade

Construir uma rede de contatos é importante para qualquer profissional. As informações são valiosas, especialmente para uma tomada de decisão. Às vezes uma reunião despretensiosa em torno de uma xícara de café, ou ainda durante um evento (nossa próxima dica), origina o repasse de algum contato que vai ser importante para o seu trabalho.

É quando alguém diz que conhece uma pessoa que, por sua vez, trabalha com outra e é um ótimo fornecedor. O networking encurta distâncias e aproxima profissionais que desejam trabalhar em conjunto, em prol de objetivos semelhantes. No hub de integração Ideris sabemos o quão importante é criar laços: conexão gera oportunidade.

6. Compareça a feiras fechadas e eventos para encontrar fornecedores

Nem tudo se obtém na internet. Algumas ótimas oportunidades podem ser aproveitadas em espaços físicos. Quem trabalha com calçados, por exemplo, sabe que existem grandes feiras calçadistas em diferentes localidades durante o ano. 

Para muitas pessoas os melhores fornecedores estão em feiras e eventos especializados. De qualquer forma, é seguro afirmar que nesses locais você terá boas chances de encontrar ótimos fornecedores, tendo ainda a possibilidade de ver pessoalmente os produtos que futuramente irá expor na sua loja virtual ou marketplace.

7. Estude! Boa informação vale dinheiro

Além das informações que podem ser compartilhadas, seja através da sua rede de contatos ou durante um evento, como vimos nas dicas anteriores, o estudo é sempre uma fonte confiável e farta. Nos dias atuais não faltam espaços que entendem o valor que uma boa informação tem.

Uma dica é procurar canais confiáveis e de conteúdo rico. Aliás, parabéns! Você já está em um: o Conexão E-commerce. Outro espaço bacana, e que nós indicamos, é o Sebrae. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas existe desde a década de 1970 e investe em conhecimento em prol do empreendedorismo brasileiro.

8. Fechou negócio? Agora é hora de ampliar a rede de fornecimento e gerir o estoque

Diversificar fornecedores é o caminho para quem busca construir uma margem de segurança – tanto para garantir estoque quanto para atender à demanda – e possuir um catálogo de produtos mais variado. Essas preocupações também recaem sobre a gestão de estoque, principalmente para empresas menores. Afinal, o espaço para estoque pode ser um limitador. 

Dica extra: se você está em diferentes marketplaces ou tem interesse em fazer isso, uma solução para unificar o controle de estoque de todos os seus canais de venda está no Ideris. O nosso hub de integração de marketplaces permite que você controle todas as etapas da logística,  da separação do produto ao frete de envio. Conheça a nossa solução.

Os benefícios de seguir as dicas 

Com essas oito dicas você está mais preparado para prospectar fornecedores e identificar boas oportunidades. No entanto, não há nada melhor para aprender do que o trabalho no dia a dia. A experiência é um conhecimento valioso que vai ser construído por você ao longo do tempo.

No final dessa história, você terá formado uma sólida e confiável rede de fornecimento; trabalhará com margem de segurança, levando sempre em conta os prazos, as demandas e a capacidade de entrega; tendo, por fim, um estoque capaz e diversificado para fazer bons negócios! 

18/05/2021

Conheça o Podcast do Conexão E-commerce!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts recentes

O que é Picking e Packing?

O que é Picking e Packing?

Picking e Packing é um grupo de métodos de logística para organizar e melhorar a eficácia dos processos da expedição. Na tradução livre, o termo “Picking e Packing” significa “separar e embalar”.

O objetivo do Picking e Packing é implementar uma estratégia de trabalho que ajude a aumentar a agilidade e diminuir erros na separação e envio dos pedidos.

Google Trends: o que é e como usar para vender mais

Google Trends: o que é e como usar para vender mais

Não é espantoso para ninguém que o Google é o site mais acessado do mundo. O cenário é o mesmo no Brasil, com uma média de 4 bilhões de acessos por mês. A força desse motor de busca faz com que ele seja e ofereça ferramentas absurdamente poderosas. Uma delas é o...