Qual é a maior E-commerce do Brasil?

31/07/2020

qual a maior loja virtual do brasil

Quem trabalha com e-commerce provavelmente já se perguntou qual o maior e-commerce do Brasil, afinal, é preciso estar atento a todas as oportunidades de negócios nesse segmento cada vez mais concorrido.

Existem opções para todo tipo de empresa, desde as mais diversificadas até aquelas com um portfólio de produtos bastante nichados – e isso deve ser levado em consideração pelo seller antes de escolher seus canais de vendas, afinal, essa escolha deve ser estratégica.

Pensando nisso, apresentaremos não apenas o maior e-commerce do Brasil, mas o TOP 10 com os principais nomes do mercado! Confira o ranking do netrica.com baseado nas lojas mais acessadas pelos brasileiros.

1 – Mercado Livre, maior e-commerce do Brasil

maior-loja-virtual-do-brasil-logo-mercado-livre

Não é uma grande surpresa que o maior marketplace da América Latina seja também o maior e-commerce do Brasil. A receita líquida no terceiro trimestre de 2019, por exemplo, cresceu para US$ 603,0 milhões. No Brasil, a operação representou 65% da receita líquida total da companhia, alcançando US$ 389,0 milhões.

O sucesso do maior e-commerce do Brasil é tão grande que, acompanhando as tendências de consumo, criou uma categoria específica para produtos sustentáveis e outra para beleza, imóveis, automóveis, tecnologia e jardinagem – o Mercado Livre possui imensa variedade para os sellers anunciarem seus itens.

2 – Americanas, segundo maior e-commerce do Brasil

logo Americanas

Maior marketplace do Grupo B2W, a Americanas.com se destaca pelas ofertas de eletrodomésticos, livros, games, smartphones e uma gama enorme de outros segmentos. As ações na Black Friday costumam movimentar a loja, atraindo consumidores em busca de descontos atraentes e condições especiais para frete grátis.

3 – Amazon

maior-loja-virtual-do-brasil-logo-amazon

Em janeiro de 2019, a Amazon anunciou que colocaria o Brasil em seu projeto de expansão. Além de estoque próprio (muitos itens com frete grátis para quem assina o Amazon Prime), a loja permite que outros sellers vendam pela plataforma. CDs, livros, acessórios para PET, aparelhos de tecnologia e artigos para a casa são algumas das categorias abraçadas pelo marketplace na lista das maiores lojas virtuais do país.

4 – Magazine Luiza

logo magalu

Uma das empresas que mais cresce e valoriza no Brasil, a Magazine Luiza foi a primeira marca a investir na operação omnichannel por aqui. A aposta vem dando certo, já que em 2019 adquiriu a Netshoes – e-commerce especializado em artigos esportivos e vestuário.

As tarifas sobre vendas nesse marketplace variam de 10% a 20%, a categoria do seu produto. Interessado? Confira nosso conteúdo sobre como vender na Magazine Luiza.

5 – Casas Bahia, quinto maior e-commerce do Brasil

logo Casas Bahia

Outro grupo forte no e-commerce brasileiro é a Via Varejo Marketplace, responsável pelas operações online de Casas Bahia, Pontofrio e Extra.com. De acordo com o levantamento do netrica.com, o marketplace das Casas Bahia é o mais acessado do grupo e referência para quem procura eletrodomésticos. Soma cerca de 60 milhões de visitas, mais de 1,4 milhão de itens vendidos e mais de um milhão de pedidos.

6 – Submarino

maior-loja-virtual-do-brasil-logo-submarino

Esse é o segundo marketplace do Grupo B2W mais buscado pelos internautas (6º no ranking geral). Assim como outros nomes do segmento, o Submarino engloba diversas categorias de produtos, possibilitando um grande leque a sellers e compradores. Segundo a B2W, essa é a marca líder em inovação e referência de tecnologia. Não exige investimento inicial e a comissão é de 16% sobre os pedidos (você só paga se vender).

7 – Carrefour

logo Carrefour

O Carrefour ingressou no universo dos marketplaces em 2016 e já ocupa a 7ª posição das lojas mais acessadas no país. Com um nome que já é tradicional no varejo físico, quem opta por integrar a esse canal de venda usufrui de sua credibilidade.

Cabe destacar que o Carrefour conta com um time especializado em vendas disponível para tirar dúvidas e dar suporte aos sellers, reforçando o desenvolvimento da sua loja. As comissões são a partir de 10% e variam conforme o tipo de produto que você pretende ofertar. Um diferencial interessante é a função Ads, voltada para anúncios dentro da própria plataforma (saiba como vender no Carrefour Marketplace).

8 – Extra

logo Extra

Polishop, Centauro, Rihappy e Marisa são algumas das empresas que vendem no Extra Marketplace. O 8º colocado na lista de maiores lojas virtuais garante que o seller receba o pagamento à vista em até 10 dias após o recebimento do produto pelo cliente.

Telefonia; TVs e áudio; informática; eletrodomésticos; eletroportáteis e móveis têm destaque no menu de departamentos, então o Extra pode ser uma boa escolha se você busca um canal de vendas para esses segmentos.

9 – Shoptime

logo shoptime

“Compre, compre, compre”, diz o vendedor Ciro Bottini nos programas televisivos do Shoptime – com certeza uma figura lembrada por muitos. A lógica não é muito diferente no marketplace Shoptime.com, gerenciado pelo Grupo B2W. A marca inconfundível entre os que buscam artigos para casa (cama, mesa e banho) reúne ótimos números no varejo online: 103 milhões de pageviews mensais; mais de 300 mil usuários utilizando o aplicativo e mais de 6 milhões de produtos cadastrados.

10 – Aliexpress

logo Aliexpress

Mesmo com produtos de preços bastante baixos, o chinês Aliexpress ainda não ganhou completamente a confiança dos brasileiros. Consta como a 10ª maior e-commerce aqui na lista, mas a importância dos canais ‘made in brazil’ é muito mais expressiva. Como estratégia, vale acessar a página para acompanhar as tendências e preferências dos consumidores.

Maior e-commerce do Brasil? Qual escolher?

Cada marketplace tem suas particularidades, podendo ou não ser o mais adequado para a sua operação. Portanto, a melhor e-commerce para o seu negócio é aquela que oferece boas condições de visibilidade, reputação e comissões adequadas à sua realidade. Estude o mercado, entre em contato com as equipes comerciais e busque as condições mais favoráveis para crescer no e-commerce!

Este post foi útil para você?

Gostaria que falássemos sobre outro assunto? É só deixar nos comentários e boas vendas! 😀

Escrito por Augusto Vasconcelos

31/07/2020

Conheça o Podcast do Conexão E-commerce!

2 Comentários

  1. MARIA ANTONIETA VALERIO

    Atuo no ml tenho dúvidas, quero saber mais

    Responder
    • Nickolle Amorim

      Olá Maria, tudo bom?

      Você já vende no Meli e quer saber com otimizar suas vendas com um integrador?
      Entra em contato com a gente através do nosso chat no site: https://www.ideris.com.br/

      😀

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escrito por Augusto Vasconcelos

Posts recentes

O que é Picking e Packing?

O que é Picking e Packing?

Picking e Packing é um grupo de métodos de logística para organizar e melhorar a eficácia dos processos da expedição. Na tradução livre, o termo “Picking e Packing” significa “separar e embalar”.

O objetivo do Picking e Packing é implementar uma estratégia de trabalho que ajude a aumentar a agilidade e diminuir erros na separação e envio dos pedidos.

Google Trends: o que é e como usar para vender mais

Google Trends: o que é e como usar para vender mais

Não é espantoso para ninguém que o Google é o site mais acessado do mundo. O cenário é o mesmo no Brasil, com uma média de 4 bilhões de acessos por mês. A força desse motor de busca faz com que ele seja e ofereça ferramentas absurdamente poderosas. Uma delas é o...