O que é CNP e como usar o Cadastro Nacional de Produtos?

15/09/2021

o que é CNP

O Cadastro Nacional de Produtos (CNP) é um serviço prestado pela GS1 Brasil – uma organização multissetorial sem fins lucrativos – através do qual é possível cadastrar e gerenciar os produtos da sua empresa e gerar um código de barras. 

Muitos vendedores começam a vender na internet após alcançar um certo sucesso com vendas locais. Se for fabricação própria, é ainda mais comum para quem trabalha com produtos alimentícios. Talvez o seu início tenha sido assim. Com o passar do tempo e a necessidade de ampliar as vendas na internet, um dos caminhos naturais é a inclusão desses produtos nos principais marketplaces do mercado. E aí entra um detalhe: em inúmeros casos é necessário possuir um código de barras.

Se identificou? O código de barras pode ser obtido por meio do Cadastro Nacional de Produtos, o CNP, pois lá estão as informações cadastrais de todos esses produtos – inclusive o seu após o registro. Portanto, para aprofundar-se mais sobre esse assunto, você lerá neste texto os seguintes tópicos:

  • O que é CNP? O que significa CNP?
  • Como usar o Cadastro Nacional de Produtos?
  • Como conseguir um código de barras?
  • GS1 Brasil
  • Entenda mais sobre códigos GTIN, UPC e NBM

O que é CNP?

O Cadastro Nacional de Produtos é uma plataforma gerida pela GS1 Brasil, a qual permite que você gerencie os produtos da sua empresa. É por meio dela que é possível gerar os códigos de barras (GTIN) tão necessários para diversos marketplaces.

No ambiente do CNP é possível gerar etiquetas para os códigos de barras EAN-8, EAN-13 e ITF-14. Essa geração pode ser feita de três formas: somente o código de barras, código com descrição e código com descrição e texto livre.

Para saber mais sobre os códigos GTIN, leia este conteúdo até o fim.

O Cadastro Nacional de Produtos garante uma base única de dados, o que evita duplicidade de informações e proporciona mais controle e segurança no manejo desses dados, além de ampliar a visibilidade desses produtos no mercado.

Como usar o Cadastro Nacional de Produtos (CNP)?

Para ter acesso ao CNP, você precisa ser um associado da GS1 Brasil, a Associação Brasileira de Automação. Para solicitar acesso às funcionalidades do Cadastro Nacional de Produtos, você deve acessar o site www.gs1br.org ou contatar a associação pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (11) 3068-6229.

GS1 Brasil

A Associação Brasileira de Automação é uma organização multissetorial sem fins lucrativos e que implementa padrões de identificação de produtos, como os já citados códigos de barras, além de radiofrequência. Segundo a GS1 Brasil, no Brasil há mais de 58 mil empresas associadas, as quais representam 30% do produto interno bruto (PIB). A GS1 está presente em mais de 150 países.

Os códigos GTIN

O GTIN é atribuído a qualquer produto ou serviço que possa ser precificado, pedido ou faturado em qualquer categoria da cadeia de suprimentos. A sigla é uma abreviação de “Global Trade Item Number”, desenvolvido e controlado pela GS1 (antiga EAN/UCC).

Os GTINs podem ter diferentes tamanhos – 8, 12, 13 ou 14 dígitos -, utilizando ainda qualquer uma das quatro estruturas de numeração:

  • Com 8 caracteres: GTIN-8, codificado no código de barras EAN-8;
  • Com 12 caracteres: GTIN-12, mais utilizado no código de barras UPC-A;
  • Com 13 caracteres: GTIN-13, codificado no EAN-13;
  • Com 14 caracteres: GTIN-14, codificado no ITF-14.
códigos de barra GTIN
Imagem fornecida por www.gtin.info

Além dos GTINs, leia também no blog Conexão E-commerce sobre os códigos UPC e NBM.

Código UPC

É o Código Universal de Produtos (UPC), o mais comum código de barras presente na embalagem dos mais diversos produtos. Foi criado pela empresa Uniform Code Council (UCC) e, se um fabricante quer implementar essa classificação em seus produtos, precisa de autorização e deverá pagar uma taxa anual pelo serviço.

Código NBM

A Nomenclatura Brasileira de Mercadoria (NBM) foi substituída em 1995 pela Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) – criada para facilitar o crescimento do comércio internacional na região (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai). Ele segue as diretrizes da metodologia “Sistema Harmonizado de Classificação de Mercadorias”, que, além de estabelecer critérios de tributação, padroniza a descrição de produtos.

Quer mais ferramentas para uma boa gestão? Invista em um hub de integração!

A Ideris nasceu com esse propósito: ser um integrador completo de marketplace para gerenciar a sua operação. Com o hub você pode controlar todas as etapas da logística, desde a separação do produto ao frete de envio, além de unificar o controle de estoque de todos os seus canais de venda. 

Caso você ainda não conheça, é possível testar a Ideris por sete dias gratuitamente. Durante esse tempo, você vai ter um parceiro para vender nos principais canais de venda e otimizar os seus resultados. Conexão gera oportunidade!

15/09/2021

Conheça o Podcast do Conexão E-commerce!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts recentes

6 Estratégias para o Instagram da sua loja atrair mais clientes

6 Estratégias para o Instagram da sua loja atrair mais clientes

Atualmente o Instagram é uma das redes sociais mais utilizadas pelos brasileiros, principalmente para empresas ou marcas que desejam ampliar seu espaço no mercado. Por isso, é necessário criar estratégias para o Instagram da sua loja atrair mais clientes. Além da alta...