Novos custos e regras do Mercado Livre para vendedores em 2022

Escrito por Keila Boganika

14/12/2021

No início de dezembro de 2021 foram divulgadas mudanças na política de custos e regras do Mercado Livre que entrarão em vigor a partir de janeiro de 2022. 

Segundo o comunicado oficial do Meli, as mudanças são devido ao contexto macroeconômico do Brasil, e para que a plataforma possa continuar investindo e avançando seus serviços.

Entre as principais alterações nos custos e regras do Mercado Livre para 2022, está a mudança nos parcelamentos sem juros, no prazo de recebimento do dinheiro das vendas e no valor do subsídio no valor do frete das entregas feitas pelo Mercado Livre.

Mudanças nas regras do Mercado Livre sobre parcelamento sem juros

A partir do dia 6 de janeiro de 2022, para o parcelamento sem juros em anúncios Premium no Mercado Livre, as opções de parcela dependem do preço do produto e do valor final de cada venda, ou seja, os clientes terão opções de pagamento adaptadas a cada compra.

Novas regras de parcelamento do Mercado Livre:

  • Em vendas até R$ 299, haverá parcelamento de até 9x sem juros, dependendo do valor do produto;
  • Em vendas entre R$ 300 e R$ 1.499, haverá parcelamento em 10x sem juros;
  • Em vendas acima de R$ 1.500, se mantém a opção de parcelamento em 12x sem juros.
  • Para vendas que ofereçam parcelamento inferior a 12x, a plataforma oferecerá para os compradores a opção de 12x com juros significativamente inferiores aos juros convencionais.

Confira a seguir a tabela com o número de parcelas que os vendedores podem oferecer de acordo com o valor final de cada venda.

As mudanças nas regras de parcelamento não serão aplicadas no Mercadoshops, os anúncios Premium mantêm o número de parcelas de 2021.

Prazo para recebimento do dinheiro no Mercado Livre 2022

Após o dia 01 de fevereiro de 2022, vendedores com reputação já calculada pela plataforma que estejam vendendo produtos novos, poderão receber o valor da compra em cinco dias úteis após a entrega realizada pelo Melhor Envio.

Para vendedores que ainda não possuem reputação do Mercado Livre, o prazo será de 9 dias após a entrega do item para o comprador. Essa mudança também não será aplicada no Mercadoshops.

Contas jurídicas não geram mais rendimentos no Mercado Livre

A partir do dia 01 de fevereiro de 2022, as contas de pessoas jurídicas deixarão de gerar rendimentos, mas, em breve, será possível acessar novos tipos de investimentos para negócios diretamente do app Mercado Pago.

Alterações nos custos para oferecer frete grátis no Melhor Envio 

Para todas as modalidades de envio, a partir de 6 de janeiro, haverá o aumento de em média 3% dos custos por oferecer frete grátis em produtos de até 30 kg.

O frete grátis é um dos benefícios que os clientes mais valorizam, além de ser um fator decisivo para fechar uma compra. Por isso, sempre que os vendedores oferecem frete grátis nos seus anúncios, aumentam as chances de vender. 

Ao vender com frete grátis, o Mercado Livre desconta o custo da sua conta no Mercado Pago. 

  • Lojas oficiais, MercadoLíderes e sellers com reputação verde terão 50% de desconto em novos produtos que custam mais de R$ 79;
  • Vendedores com reputação amarela e sem reputação possuem 40% de desconto nos produtos novos a partir de R$ 79.

→ Para conferir as tarifas detalhadas por tipos de produtos e região, acesse a central do Mercado Livre.

Mudanças nos custos do Flex

A partir de 6 de janeiro de 2022, os vendedores que utilizam o Mercado Envios Flex e tem reputação verde, contarão com o subsídio de 10% da tarifa de envio ao invés dos 40% que eram praticados em 2021. Essa mudança se aplica a produtos novos a partir de R$ 79.

Se a reputação do seller for inferior à verde, o Meli não dará mais descontos nas tarifas para o frete grátis.

Clique aqui para conferir as tarifas detalhadas.

O comunicado oficial das mudanças nas regras do Mercado Livre foram divulgadas em 09 de dezembro de 2021, quase com um mês de antecedência para os vendedores possam organizar a operação para o próximo ano e estarem cientes das novas condições. 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.