O que é ERP e como funciona esse sistema

08/01/2021

O que é ERP

Trabalhar com e-commerce exige que, uma hora ou outra, você saiba o que é ERP. O ideal mesmo é contar com esse sistema desde o início da operação, mas alguns sellers desconhecem a importância da ferramenta ou não veem sua contratação como algo prioritário.

Para você não ter mais dúvidas sobre o assunto, preparamos um conteúdo completo sobre o que é ERP e as principais vantagens do sistema para sua loja virtual. Descubra tudo isso nos tópicos a seguir! 😉

O que é ERP?

Há mais de um século, o engenheiro Ford Whitman Harris criou um modelo de gestão para programar sua produção – era o EOQ (Economic Order Quantity). De lá para cá, o método foi ganhando popularidade, se remodelando e ganhando novas versões. Em 1990, nasceu o ERP (Enterprise Resource Planning) que significa sistema de gestão integrado.

Agora que você já tem uma ideia de como surgiu essa tecnologia, pode estar se perguntando: “ok, mas o que é ERP? Como o sistema pode auxiliar meu negócio?”.

Basicamente, o ERP é um software que centraliza as informações de praticamente todos os setores de uma empresa, ou seja, os gestores conseguem acompanhar estoque, financeiro, cadastros de clientes e fornecedores, etc. por um único sistema.

Com as informações centralizadas, não é preciso acessar sistemas diferentes para consultar o andamento de cada setor. Está tudo compartilhado no ERP de forma ágil, segura e precisa.

Podemos dizer que o ERP é o braço direito de um gestor, pois o sistema é capaz de otimizar processos internos, integrar o controle de setores e auxiliar na tomada de decisões.

Como você já sabe o que é ERP, o tópico a seguir apresenta as principais vantagens do sistema para seu e-commerce. Acompanhe!

Vantagens do ERP para loja virtual

Receber e expedir pedidos, faturar, encaminhar à empresa de logística e acompanhar o andamento do frete são tarefas que fazem parte do dia a dia de qualquer loja virtual. Por isso, gerenciar um negócio no varejo online exige agilidade e muita organização.

Conheça os principais benefícios de ter um ERP integrado à operação:

1. AUTOMAÇÃO DE PROCESSOS

A tecnologia para automação de processos é uma realidade cada vez mais presente nos ecossistemas empresariais – e não poderia ser diferente no e-commerce, já que o segmento é bastante digitalizado.

O ERP é uma das soluções mais eficientes para auxiliar na otimização de tempo, permitindo que as equipes reduzam o tempo gasto com tarefas burocráticas ou muito repetitivas.

Com alguns cliques é possível emitir Nota Fiscal eletrônica, imprimir etiquetas de envio, criar filtros para geração de relatórios, entre outras funcionalidades.

2. ASSERTIVIDADE

Acompanhar o andamento do negócio com planilhas de Excel até pode dar certo em empresas pequenas, mas imagine ter que consultar tabela por tabela diariamente para gerenciar uma loja virtual.

Além de demorado, há enormes chances de erro, pois o fluxo de informações intenso.

Com um bom ERP e funcionários bem treinados, tem-se muito mais assertividade na gestão de e-commerce.

3. SEGURANÇA DO ARMAZENAMENTO EM NUVEM

Existem sistemas de gestão (ERP) com armazenamento em nuvem e camadas de proteção que deixam todos os dados em segurança.

Outra vantagem desse tipo de software é a facilidade de acesso: você só precisa de um computador, tablet ou até mesmo celular com acesso à internet para acompanhar a operação.

4. ANÁLISES DE DESEMPENHO

Quais produtos têm mais saída e quais estão encalhados no estoque? Como está o desempenho da equipe de vendas? Essas são perguntas fundamentais para todo empreendedor do varejo online.

Para responde-las, basta consultar as informações armazenadas no ERP.

a criação de relatórios mostra como está o desempenho da loja virtual de ponta a ponta.

Com esses resultados, cabe ao gestor avaliar o que está dando certo, quais mudanças são mais urgentes, onde estão as possibilidades de reduzir custos, qual setor precisa de reforço, etc.

5. REDUÇÃO DE CUSTOS

As vantagens apresentadas anteriormente dão um panorama do quão benéfico o ERP é para uma loja virtual. Mas se você ainda não se convenceu, saiba que o software é um grande aliado para economizar dinheiro.

A partir dos diagnósticos emitidos por meio do ERP, analise os dados e trace estratégias para reduzir custos de modo saudável, ou seja, sem prejudicar a produtividade da operação.

Realocar funcionários, atualizar o portfólio de produtos, buscar novos fornecedores, abastecer o estoque e criar parcerias são algumas das tarefas analíticas que o ERP simplifica.

Como escolher ERP

Existem diversas opções de ERP no mercado brasileiro, atendendo empreendimentos com diferentes tamanhos e perfis.

Quando se trata de loja virtual, a dica é optar por um sistema de gestão com armazenamento em nuvem (sem necessidade de instalar programas ou criar grandes servidores). É mais econômico!

Além disso, consulte as integrações disponíveis. Escolha um sistema de gestão que esteja integrado às plataformas que você utiliza ou planeja utilizar (loja virtual, marketplace, serviço de logística, hub, entre outros).

SUGESTÕES DE ERP

  • Bling!
  • Dataplace
  • Tiny
  • Ciss

Pesquise os diferenciais de cada ERP antes de contratar a plataforma.

Além de avaliar custos, é sempre importante consultar como é a capacidade de armazenamento, qual a disponibilidade de integrações, como é a qualidade do suporte (fale com outros empreendedores e verifique a reputação no Reclame Aqui).

Se necessário, entre em contato com a equipe comercial para tirar dúvidas.

Implementação

Agora que você já sabe o que é ERP, como esse sistema auxilia na gestão da sua loja virtual e quais critérios deve avaliar antes de contratar a solução, vale descobrir como ele é implementado.

Como dissemos, o sistema de gestão online não exige hardwares ou instalação de programas pesados. Basta acessar o espaço para usuário no site do ERP, fazer login e gerenciar a operação. Claro que são necessárias integrações com as plataformas que você utiliza, mas é um processo relativamente simples para seu profissional de TI.

Para evitar erros, confirme tudo o que é necessário antes de iniciar o passo a passo e solicite orientação da equipe especializada.

ERP x hub de integração

Quem vende somente em loja virtual própria ou está presente apenas em um marketplace consegue gerir os negócios muito bem por meio do ERP.

O cenário é diferente para sellers com atuação multicanal ou omnichanel (loja física e virtual). Nesses casos, é preciso um complemento chamado hub.

Esse sistema é o elo entre seu ERP e os canais de vendas (marketplaces, loja virtual e varejo físico). Com o hub você administra todas as operações em um só lugar, ganhando precisão e agilidade desde o controle de estoque até o faturamento e expedição de pedidos.

Imagine que você está nos marketplaces Amazon, Americanas.com, Extra e Mercado Livre. O hub integra todas as informações desses canais, otimizando a gestão de cada detalhe. Assim, o sistema minimiza erros de informação relativos a itens do estoque, status dos pedidos, faturamento, etc.

A dica é escolher um hub de integração atento às necessidades dos empreendedores do e-commerce.

O Ideris, por exemplo, possui integração com os principais ERPs, marketplaces, plataformas de loja virtual, sistemas de frete e conciliadores financeiros do mercado. Tudo isso sem cobrar porcentagem sobre as vendas.

Outras soluções oferecidas para os sellers parceiros do Ideris são API de frete (permite configurar o valor das entregas por faixas de CEP); controle, reserva e mapeamento de estoque; impressão de etiquetas de envio em massa; replicação de anúncios; emissão de documentos fiscais e criação de relatórios.

Soluções para vender mais na internet

Considerando que o mundo dos negócios está cada vez mais tecnológico, não faz sentido gerir uma operação de e-commerce com planilhas preenchidas manualmente, não acha? O ERP é um sistema vital para vender na internet. Toda loja virtual precisa ter!

E quem atua em mais de uma plataforma de marketplace – que é uma tendência bastante comum entre os varejistas – deve considerar a contratação de um hub. Com tudo em sintonia é possível vender mais e melhor, escalonando o negócio de modo contínuo.

Fique atento: hub e ERP são sistemas que organizam e fortalecem a gestão empresarial, mas não fazem milagre. Além de soluções tecnológicas, seu e-commerce precisa de estudo de mercado, planejamento, estratégias, marketing e parcerias. Caso contrário, será só mais uma loja virtual nesse vasto oceano do comércio eletrônico.

Por isso, invista em treinamento e qualificação da equipe, além de acompanhar os gráficos de desempenho constantemente para encontrar acertos, falhas e oportunidades.

Saber o que é ERP e qual a importância desse sistema para a sua loja virtual é meio caminho andado. Pronto para começar a vender na internet com o pé direito? 😉

Se tiver alguma dúvida, pode perguntar nos comentários desse post!

Escrito por Augusto Vasconcelos

08/01/2021

Conheça o Podcast do Conexão E-commerce!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escrito por Augusto Vasconcelos

Posts recentes

O que é CNP e como usar o Cadastro Nacional de Produtos?

O que é CNP e como usar o Cadastro Nacional de Produtos?

O Cadastro Nacional de Produtos (CNP) é um serviço prestado pela GS1 Brasil - uma organização multissetorial sem fins lucrativos - através do qual é possível cadastrar e gerenciar os produtos da sua empresa e gerar um código de barras.  Muitos vendedores começam...