Receba a nossa NewsLetter!
Concordo com  Política de privacidade e  Termos de uso 

A Black Friday acabou com as compras de natal?

21/12/2018

black friday acabou com as compras de natal?

Criou-se um mito de quem trabalha com vendas: Que, pela proximidade das datas, a Black Friday acabou com as vendas de Natal. Mas é aí que muitos são enganados, pois as duas datas têm perfis de compra completamente diferentes e são datas de vendas significativas para o comércio em geral.

O que podemos notar é que, na verdade, a Black Friday dá início a uma temporada de compras, Cyber Monday, pagamento do 13º salário, Natal, Saldão e Ano Novo. Cada data com sua peculiaridade, ambição e desejo do comprador.

Cyber Monday e 13º salário: organizando as finanças

A Cyber Monday, por exemplo; enquanto na Black Friday muitos fazem compras para si ou algum item para casa e com um tíquete médio alto, após muitos meses de pesquisas e monitoramento do produto tão desejado, na Cyber Monday, que é a segunda-feira seguinte à Black Friday, as pessoas estão mais dispostas e focadas a organizar a vida financeira, não à toa que um dos campeões de venda são os serviços financeiros.

Comportamento semelhante acontece no recebimento da primeira parcela do 13º, que geralmente é paga até o final de novembro. O Google pesquisou o comportamento do consumidor e 48% dos entrevistados pretendem usar o 13º salário para organizar suas finanças pessoais. Ou seja, se considerarmos que cerca de 83 milhões de pessoas recebem o benefício, isso seria o equivalente a 31 milhões de consumidores¹.

Já outra parte dessas pessoas 35% pretendem comprar algo para casa ou para si, diferentemente da Black Friday, que é algo planejado, nessa data as pessoas compram para satisfação pessoal ou por “merecimento”² após um ano árduo de trabalho e cheio de dificuldades que está chegando ao fim. No ano passado, o 13º injetou R$ 200 bilhões na economia brasileira³.

Natal: época de celebrar e presentear

Quando pensamos em compras de Natal, já nos vem à cabeça celebração, troca de presentes com familiares ou amigos. O Natal tem por característica ser uma época mais familiar e o comportamento do consumidor reflete bem isso; as compras que antes eram voltadas a si mesmas e com o tíquete médio alto, agora estão voltadas completamente a presentear itens como roupas e brinquedos têm a preferência dos consumidores.

Outra característica do consumidor na época de Natal é que as compras em sua grande maioria são feitas off-line e não despendem tanto tempo de pesquisa. Dados mostram que apenas 45% das compras natalinas são feitas on-line. Sabendo que as pessoas deixam para fazer suas compras de Natal na última hora, os lojistas de shoppings e do comércio de rua apostam em promoções especiais para essa época principalmente nos quinze dias que antecedem o Natal.

Oportunidades não faltam

Vimos que a Black Friday não acaba com as vendas de Natal e de nenhuma outra data subsequente. O que podemos perceber é que cada data tem seu perfil e deve ser tratada com uma atenção especial, pois o consumidor está sempre presente; seja na internet ou na loja física, quem trabalha com vendas não pode perder a oportunidade de sempre estar conversando com seu público.

FONTES

1, 2 – Google Survey, agosto de 2018 (1010 respondentes)

3 – Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos)

Escrito por Giuseppe Pierri

21/12/2018

Receba a nossa NewsLetter!
Concordo com  Política de privacidade e  Termos de uso 

0 comentários

Escrito por Giuseppe Pierri

21/12/2018

Posts recentes

O que é cross selling e up selling?

O que é cross selling e up selling?

Existem muitas técnicas diferentes para impulsionar as vendas de seu e-commerce. Uma delas é o cross selling, que pode ser muito útil para melhorar seus resultados. Mas você sabe do que se trata e de que forma utilizar ela para o seu negócio? E a diferença entre cross...